ETAPA CAFÉ COM VELOCIDADE | INTERLAGOS

Então desce mais uma dose e vamos ao que interessa!

Pela segunda vez, o OsKarteiro invadem o Kartódromo Ayrton Senna/Interlagos dessa vez com a Etapa Café Com Velocidade.

O Café com Velocidade é um podcast que desde 2008 leva semanalmente aos seus ouvintes muita informação sobre o mundo do esporte a motor com grandes análises desenhadas por seus integrantes que hoje contam com Thiago Raposo, Fábio Campos e quando a faculdade permite, o jovem gênio Diogo Gomes.

Nosso piloto Thiago Rosa participou como membro fixo durante alguns anos e este que vos escreve aparece por lá de vez em quando para instaurar a baixaria em um programa que leva seus assuntos de forma séria e com compromisso com a verdade. Além, claro, de muitos ouvintes apaixonados que estão entre nós como Vinicius Ribeiro, Rodrigo Vilela, Filipe Paro e nós também em parceria apresentamos novos ouvintes a eles como Cássio Machado, Tchesco, Rubens GP Netto, Debora Almeida entre outros.

Dessa forma, só temos a agradecer à parceria feita com esses nossos amigos de longa data e não poderia ser de forma melhor do que realizarmos sua etapa atrás do reduto desses apaixonados pela Formula 1: atrás do Setor G onde costumam vibrar com as ultrapassagens no final da reta oposta. Coincidentemente, atrás da reta oposta está nosso querido tempo do kartismo.

E do que se resolve em pista, vamos falar sobre a Copa OsKarteiro. Evento que ocorre simultaneamente com campeonato em formato de eliminatórias, Oitavas, Quartas, etc...

E a Copa pegando fogo como podemos saber nas palavras do ilustre engenheiro Thiago Meira:

Em ritmo de Jogos Panamericanos, as corridas deste mês valem medalha:
Nas semi finais da master temos Ricardo PPT e Rodrigão brigando por uma vaga contra o vencedor de Junior e Paro.
Na repescagem temos Flavio contra tio Leo e Portela contra Caio.

Na light a repescagem é mais facil: Cebola e Gui estão garantidos na proxima etapa, devido à WOs. Na chave principal Ruy e Luciano se enfrentam para ir para a final contra o vencedor do confronto Vermelho, o Rosa, já que o Rosinha (Celloni) não vai correr e preferiu disputar a repescagem.

E entrando no campeonato na CATEGORIA MASTER...

No retrospecto da última corrida da Categoria Master, Junior Fidelis e Caio Terra fizeram dobradinha pela RedBurros, sendo seguidos por Thiago Meira da Ruimlliams, Francisco Levi e Leopoldo Rabelo da Ferrault e completando o pódio Flavio Chaves da Ruimlliams.

Foi uma corrida acirrada como você pode verificar no texto brilhante por nosso piloto Rafael Celloni na época.

Coincidência ou não Junior e Caio estão empatados a 13 pontos do líder Filipe Paro da Ferrault. Logo atrás com dois pontos a menos temos o atual campeão Rodrigo Silva da Zebralaren louco para conquistar o bi-campeonato. Resta saber o que sobrará para os demais pilotos que podem desequilibrar nessa corrida todas as previsões.

Interlagos não costumava ter muitos favoritismos pois muitos ganharam corridas por lá. Uma pista 'flat' onde o peso pode ser compensado por boas defesas nas retas e boas entradas no misto miolo.

Sendo a 8ª etapa de 12 do ano, algo que impacta não é só a liderança do campeonato mas a permanência na categoria. Após um grande hiato desde janeiro, o campeão de 2015, Pedro London hoje na Zebralaren retornará às pistas segundo fontes de dentro da gestão do campeonato e da própria equipe. Mesmo assim, London e Fabio Ramiro também da Zebralaren estão amargando a zona dos pontos baixos. London está a 6 pontos de Fabio e este a 19 do 17º colocado Antonio Zambom da RedBurros. Zambom é o piloto no limite do deslocamento para a Categoria Light. Existe uma diferença de 9 pontos até a zona de 'não migração'. André 'Tchesco' Francisco é o 16º anda muito bem em Interlagos. O suor será grande para aqueles que procuram respirar fora d'água.

Já nas equipes, a RedBurros baixou bastante a distância para a Ferrault na última corrida, assim como a Ruimlliams deu um salto nos pontos. Essas três tem margem para alterar o cenário e mudarem de posição. Há uma grande diferença de pontos para as demais. Ferradis vem sofrendo com a perda um dos pilotos durante o campeonato e Zebralaren amarga a última colocação.

E A LIGHT?

A Light fecha os trabalhos logo na sequencia.

No retrospecto da categoria referente à última corrida, Rogério Cebola da RedBurros, hoje líder do campeonato, foi desclassificado por não realizar Stop & Go devido a falta de equipamento obrigatório: Luvas. Na ocasião, perdeu a liderança para o agora afastado, mas promissor Rogério Froner seguido de Rafael Celloni, ambos da Ferradis.

Froner se afastou do campeonato por motivos particulares e Cebola se restabeleceu líder nesses meses. Porém um dos seus parceiros de equipe Guilherme Nogueira, vem deu uma vitória no Endurance de julho e está a 5 pontos do líder. Guilherme tem grande experiência no mundo do kart enquanto Cebola vem em uma ascensão enorme nos últimos meses.

Os 4 pilotos abaixo desses dois na tabela são todos da Ferradis, porém Froner, como já dito anteriormente, não está mais no campeonato, Rafael Celloni não participará dessa etapa, restando Rodrigo Koji e Thiago Rosa, ambos 13 pontos atrás do líder. Com certeza, essa categoria tem muita gasolina para queimar antes de cravarmos seus vencedores.

Classificando entre os 8 primeiros, os pilotos são migrados para a categoria Master em 2020. Hoje na 7ª posição temos Vinícius Fava da Ruimlliams e Luciano Ribeiro da RedBurros. Com a saída de Froner, ainda existem chances de mais uns 8 pilotos lutarem para a promoção.

Realmente, nada está resolvido.

Nas equipes da Light, a disputa está bem apertada. Liderando, a Ferradis está a apenas 2 pontos da RedBurros. Depois de um pequeno abismo, temos Ruimlliams e Ferrault em disputa pela 3ª posição e mais afastado temos a Zebralaren que ainda precisa melhorar seus resultados.

E o Grid da Light fica dessa forma:

A Master contará com 3 novos pilotos em sua bateria. Após sua segunda corrida, estes correrão normalmente na Light