Etapa Arello Decor – Interlagos – 27/02/2021

Bom dia , boa tarde , Boa noite. No último sabado de fevereiro do ano de 2021, tivemos nossa segunda etapa do ano de 2021 e não houve repetição de vencedores.

Num dia que parecia que a chuva não viria, o pessoal da dança da chuva teve trabalho. Apenas na categoria Rookie não choveu, a chuva começou no meio da bateria light impar. O pessoal da Rookie como sempre deram show na pista e mostram que estão aprendendo cada vez mais, com cada vez menos incidentes na pista, mas eles ainda estão acontecendo, afobação, falta de experiência, cansaço e tudo mais, acabam fazendo com que ainda aconteçam alguns toques. Faço minha as palavras do nosso PPT.


"Parabéns pela etapa. Como no mês passado, vcs foram sensacionais. Porém alguns pontos de calibração são necessários. Vimos algumas batidas desnecessárias. Algumas visivelmente por inexperiência e outras visivelmente cavando espaço na pista. Esse segundo é errado pra cacete. E o primeiro aos poucos não vão servir de desculpas com o passar do tempo então pensem hoje em como vão ser rotulados amanhã.

Ricardo Bunnyman
Pódio da Rookie 1º Rafa Catelan, 2º Caique Borges, 3º Lugar Tas Moreira, 4º Lugar Éric Rocha, 5º Lugar Duda Cebolinha e 6º Rafa Butt

Light Impar

Na light 1 nosso cupim de kartódromo favorito , Rodrigo Oliveira, fez a pole, melhor volta e ganhou a corrida com mais de 10 segundos. Em segundo Mauro Bueno, que não foi muito bem na primeira etapa teve um excelente segundo lugar. Em terceiro ficou Allan Rodrigues, que mês passado correu na Rookie, mas até o nosso amigo Tom Silva do Kart Amador SP que estava narrando, achou que o desempenho dele estava com algo errado que não estava certo. Foi para a light e já chegou em terceiro na sua estréia, mostra que a decisão de subir o garoto foi acertada.


Light Par

Na bateria light par a qualificação já foi embaixo de chuva, e as posições foram decididas com poucos segundos, muitas quebras de kart, mudaram a sorte de pilotos que tem melhor experiência na chuva. Mas entre dengue e Leptospirose o resultado foi disputado até o final. Ficando Felipe Delucca que também veio de um resultado não muito bom em Janeiro em primeiro, Marcos Sá que bate o recorde de duas provas seguidas em segundo e Alexandre Salvador em terceiro, Alexandre que veio de um segundo lugar na KGV. A light ta pegando fogo e ser um dos sete que se moverão para a Master em 22 não vai ser fácil.

Master

Na Master me desculpe se você não acredita em religião, mas vou ter que falar. São Pedro pensou, ah ta os pilotinhos são Master? Então tome chuva. E assim foi, a chuva aumentou , a visibilidade diminuiu e a injeção de adrenalina passou dos limites. Nossa senhora do Kart Bom, castigou nosso amigo PL que fez o quarto tempo na qualificação, mas achou que devia trocar de kart, foi castigado nas próximas quatro baterias que correu, Com OsKarteiro chegou em Ptodos. e nos nossos brothers da RKC, parecia que não tinha ido. Voltando a corrida Rogério Cebola venceu de ponta a ponta, com melhor volta e pole. Em segundo chegou Filipe Paro o homem da consistência e em terceiro Fabio Sugano, que também pilotou demais e deixou o Thiago Meira para trás. Cá entre nós matematicamente até o Cássio ou o Celloni podem ser campeões , huahauhauha, mas como a matemática não senta no kart, se perguntarmos para a maioria dos pilotos quem eles acham que será campeão na Master, provavelmente o nome de Cebola, Paro e PL serão os mais citados. E em duas etapas, Cebola e PL em minha visão já utilizaram os seus descartes. PL ficou em 27º nesta etapa, e Cebola ficou em 7º no KGV. Ai você me diz, 7º é um bom resultado, eu digo sim é , se for para o Tio Leo, para o PPT. Para quem quer ser campeão nem tanto. E nesta brincadeira por enquanto Paro ta descartando um p3.
Muita agua vai rolar, temos , endurance, grid invertido e muita coisa para acontecer e embaralhar os pontos, mas eu diria, quem quer ser campeão abra o olho.

Onboards

Antonio Zambon

Francisco Levi

Felipe Soares

Matheus Alves

Gui Nogs

Flavio Chaves

Vinicius Fava

Ricardo Bunnyman