KGV – Junho 2018 – Light

Salve karteiros e karteiras nesta última etapa na granja este ano, tivemos uma noite fria de outono na KGV e desta vez atrasaram apenas meia hora, um luxo, contamos com a novida introduzida pelo André Francisco que foi a transmissão de nossa corrida pelo Kart SP Amador, que foi muito elogiada por uns e desdenhada por outros, o fato é que alguns que não tiveram na pista puderam visualizar o seu piloto de estimação, mesmo não podendo estar no kartódromo. Esta etapa mostra que o desempenho do Filipe Paro só vem caindo, pois só conseguiu atingir o P1 na terceira volta, isso porque seu irmão André Paro deixou. 🙂

Cristiano Moreira (advertido na prova) e André Francisco, assim como o Paro vencedor sairam láááááá do fim do Grid e ficaram em: primeiro Paro, segundo Cristiano e terceiro André, corridaça destes três. em quarto lugar ficou Vitor Lacerda, que não se meteu em confusão, ficou ali na espreita e após acidente que será relatado mais na frente , tava no lugar certo na hora certa. Gabriel Mendes, novamente mostrando grande evolução, disparou na largada, depois admisnstrou a prova, fazendo boas defesas e evitando ultrapassagens, se destacou na transmissão tanto pela pilotagem, quanto pela torcida online, com patroa e prole.

Rafael Celoni também teve uma boa participação não dando paz ao Gabriel com uma pilotagem segura e constante, e torcida de pilota profissional da baixada santista, não é chique este mano?

É o nível da light ta bacana. Franklin Weise o Alemão voador fez uma prova ao seu estilo, brigou bastante, trocou de posições, mas me pareceu um pouco cansado no final, ficando na sétima posição. Em oitavo Rogério Froner, conseguiu seu melhor resultado do ano, estilo mineiro, come quieto e vai chegando.

Marcio Oliveira estava fazendo a sua melhor corrida com OsKarteiro, lembrando que era apenas a sua terceira participação conosco, se manteve no pelotão da frente, estava indo bem em quarto, quando foi alborroado pelo nosso rei dos pódios da Light Lula Fontes, acabou em nono. Lula foi advertido e acabou em décimo quinto, não chegando nem a terminar a prova, pois seu kart resolveu descontar tantos maus tratos. Isso quebrou uma sequencia de cinco pódios seguidos.

Em décimo tivemos Fava, Décimo primeiro Vinicius Ribeiro, Calegari em décimo segundo, André Paro em décimo terceiro, Lina Lilly ficou em décima quarta. E Rogério Cebola, não resistiu a a labirintite e teve que abandonar novamente. Palmas para ele, o cara gosta mesmo da coisa e esta tentando, muitos ja teriam desistido, espero que ele consiga superar isto e se divirta até o final.

PS. Fui informado pelo André Paro que uma das  rodas de seu kart resolveu terminar a prova antes, e resolveu sair para os boxes, a seguir o depoimento da vitima, da tentativa de agressão:

Estava lá no miolo e recebi bandeira azul pra dar passagem pro segundo colocado, ai fiz a curva 5 se não me engano bem devagar e fechada, acabei recebendo um totó e pelo que percebi acabei pegando a zebra alta e quanto vi meu kart estava no chão, faíscas de um lado e a roda traseira direita voando do outro 😂 - André Paro

Como é meio padrão na Light, não houveram muitas confusões e o clima harmonioso imperou.

Chega de Granja, chega de corridas noturnas, nossa próxima etapa é no interior e esperamos vocês lá.

 

 

Marcio Oliveira

André Francisco

Filipe Paro